A GRAÇA DE DEUS - POR WAGNER PEDRO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A GRAÇA DE DEUS - POR WAGNER PEDRO

Mensagem por MarceloEbed em Dom Fev 08, 2015 12:29 am


Texto Áureo: Livro de Efésios capítulo 2 e versículo 8
A Graça é a doutrina básica da Fé cristã. Deste tema deriva todos os demais temas.
Paulo diz que os crentes são "justificados gratuitamente por sua graça". Como interpretam "por sua graça"? Se a salvação é gratuita e oferecida pela graça divina, então não se pode conquistá-la ou merecê-la. [Lutero]
Aqueles que pensam que a graça é luxo do período pós Jesus Cristo, comete um ledo engano. O Senhor mesmo na antiga aliança entenda-se antes de Cristo, corrigiu seu povo. A narrativa Bíblica, diz que: em dado momento do êxodo do povo, ele liberou serpentes que picavam aqueles que estavam em rebelião. Todavia, o mesmo Deus, mandou que uma serpente de metal fosse esculpida e colocada em um mastro, e todos os que haviam sido picados, bastavam olhar para serpente que ficavam curados. Eles olhando para ela que estava morta e pendurada, imediatamente conseguiam o antídoto para o veneno da picada. Desta forma, este caso é uma evidente tipificação de Cristo.
Mas com passar do tempo, a serpente de metal teve que ser derrubada, porque o símbolo da Graça naquele momento virou objeto de idolatria. Aprendemos então que, a Graça não é um objeto para adoração, mas é uma disposição no coração de Deus em ajudar a humanidade.
A graça é gratuita­mente ofertada a quem não a merece, nem é digno; não é conquistada por qualquer esforço que o melhor e mais justo dentre os homens tenha tentado empreender. [Lutero]
Cabe aos homens, entenderem que precisam de uma salvação. Porque pecamos e fomos destituídos da Glória de Deus. E que, não conseguiremos fazer isto por meio de nossas próprias obras.
Se a minha salvação fosse deixada ao meu encargo, eu não conseguiria enfrentar vitoriosamente todos os perigos, dificuldades e demônios contra os quais teria de lutar. [Lutero]
Paulo o apóstolo, é consistente em todos os seus ensinos de que a salvação dos homens se dá exclusivamente através do poder de Deus. [Lutero]
Para entender como age a Graça precisamos entender a queda da humanidade. No livro bíblico de Atos, capítulo 17 e versículo 28, parte “a”, nos da a entender que tudo o que existe, existe em sua essência em Deus.
Desta forma, no livro bíblico de Romanos, capítulo 3 e versículo 12, parte “a” diz que – Todos os homens na condição de pecadores se extraviaram de Deus.
Três conclusões que devemos entender:
1.       Deus é Santo!
2.       Somos pecadores!
3.       Nada existe fora de Deus!
Logo, a questão: Como um Deus Santo carrega em si pecadores?
Se utilizássemos de um raciocínio lógico, chegaríamos à conclusão de que: A santidade de Deus deveria nos lançar para a inexistência. Exatamente, responde a pergunta de muitos: - Se Deus existe porque existe a maldade? Porque para Deus acabar com a maldade do mundo, apenas se, e tão somente se, eliminasse o agente causador da maldade. E quem é o agente da maldade? A espécie humana!
Aos que dizem: - Se Deus existe porque existe o mal? Eu acredito em Deus justamente porque existe o mal, porque ele se opõe ao mal com todo o seu bem. O que nos traz esperança é a bondade de Deus. A maldade é natural, mas a bondade é um milagre.
Como a humanidade é a coroa da criação, com a queda de Adão toda a humanidade deveria deixar de existir.
Mas a graça, é um DOM = PRESENTE que manteve a existência, não tem absolutamente nada haver conosco, ou seja, se somos bonzinhos ou não.
Quando Deus escolhe alguém, não é porque viu algo de bom, mas ele viu algo bom em si mesmo, ou seja, a sua capacidade de transformar o caráter do ser humano. Afinal, ele como criador, tem o manual de instrução, de como funciona nosso interior.
Mas quando rompemos com Deus, optamos pela maldade como estilo de vida. E isto foi feito, por Adão e Eva no Éden, então, como deveríamos ter ficado?
No livro bíblico de Romanos no capítulo 3 versículos dos 10 aos 18 nos proporciona uma visão geral da humanidade sem Deus.
Paulo diz que sem Deus somos injustos, incapazes de entender e de buscar a Deus. Inúteis e incapazes de fazermos o bem.
Resumindo: Uma sociedade sem Deus no pecado vive apenas da Guerra porque não há o temor de Deus. Mas a Graça veio ao nosso encontro para nos libertar.
Mas a graça de Deus não só nos manteve vivos, como deu a nós a possibilidade de uma qualidade de vida.
No livro de Gênesis capítulo 3 contém a narrativa da queda do homem. Ao contrário do pensamento de alguns, não teve só perdas, mas teve a manifestação da graça de Deus.

·                    Perdemos a confiança em Deus – Mas atualmente podemos pelo relacionamento com Ele recuperar.
·                    Amaldiçoamos a terra – Mas ela através do nosso trabalho ainda produz.
·                    Perdemos o tratamento de igualdade que recebíamos do Criador – Mas atualmente temos a capacidade de formar famílias, que são os nossos iguais.
·                    O ser humano perdeu a comunhão com Deus, mas não a esperança.
A Graça não é apenas um favor imerecido como ensinam algumas igrejas. Esta definição nem arranha o significado de Graça. Na verdade, tudo de bom que acontece no mundo e fora dele é presente de Deus.
No livro bíblico de Atos capítulo 14 e versículo 17 fica evidente que Deus sempre se apresenta ao homem lhe beneficiando os enchendo de fartura e alegria.
Mas reitero o que move Deus em nossa direção não tem nada a haver conosco. Se muitos cristãos entendessem deste tema, não seriam tão arbitrários em julgar seu próximo. Porque essa disposição de Deus em vir ao nosso encontro é que manteve e mantém toda a criação viva.
Obviamente que, no mundo temos muitas aflições. Mas a queda é o resultado da livre decisão humana. Alguns vão argumentar que não estavam lá, e que não tem nada haver com isso, mas as coisas não funcionam assim.
Os primeiros pais decidiram quebrar a Lei de Deus: cometeram um crime. A pena era a humanidade e toda a criação deixarem de existir, mas a graça de Deus nos poupou.
Outros ficam praguejando que Deus extermine tudo e todos. Mas no livro bíblico de Gênesis capítulo 18 e versículo 25 parte “b” nos ensina. Abraão intercede junto a Deus pelos habitantes pecadores de Sodoma e Gomorra - Não faria justiça o Juiz de toda a terra?
Cumpre mencionar que, de acordo com o livro bíblico de Ezequiel capítulo 16 e versículo 49, os pecados de Sodoma e Gomorra era injustiça social.
Deus se mostrou totalmente disposto em poupar a qualquer justo que fosse encontrado, o que nos ensina que Deus não quer a todo custo destruir sua obra prima, os seres humanos.
Outros questionamentos podem vir à tona: Deus é justo, como então pode nos manter, uma vez que cometemos um crime? Teria Deus quebrado o princípio da Justiça?
A resposta está no livro bíblico de Romanos, capítulo 5 e versículo 18, a graça é em si o resultado da Justiça divina. Ou seja, quando se poupa, também se faz justiça. No caso da humanidade, Deus satisfez o principio da justiça em Cristo Jesus.
Porque se a pena para o crime da queda é deixar de existir, então Deus tinha de fazer alguma coisa antes da humanidade pecar, porque depois do pecado deixaríamos de existir imediatamente e não daria tempo de mais nada.
Na primeira carta de Pedro capítulo 1 versículos dos 18 aos 20, vemos que – Fomos resgatados pelo sangue. Jesus Cristo se sacrificou antes da fundação do mundo, para que todas as coisas pudessem ser criadas, mantidas e resgatadas.
Conforme carta de João capítulo 1 e versículo 3 – Tudo foi criado por ele e para ele, estamos incluídos.
Como um pensador disse: O mesmo Deus que disse “Haja Luz” ele se superou dizendo “Haja Cruz”.
Desta forma, podemos definir a graça de Deus assim: A vontade de Deus em criar o homem, sustentar e resgatar ao homem caído sacrificando a Cristo.
Mas muitos dizem não preciso de Deus para nada! Mal percebe que ele rejeita a pessoa que o sustenta.
Na carta de João capítulo 6 e versículo 65 parte “b”, fica esclarecida que, a decisão de te salvar foi do próprio Pai e não tua.
Como o Pai, o Filho e o Espírito Santo trabalham em favor da humanidade? O ministério do Pai é a Salvação. O ministério do filho é a expiação de pecados. O ministério do Espírito Santo é a conversão do coração do homem.
As pessoas enquanto desfrutam da Graça pensam que tudo de bom em si é propriedade sua. Pessoas soberbas estão cegas, devemos orar pela vida destes indivíduos.
Os verdadeiros cristãos sabem que de tudo de bom que há em si, é presente de Deus.
Mas os que pensam que podem fazer tudo de errado que a graça de Deus os livra, não entenderam como a graça age em nosso favor.
O movimento de manutenção que concede vida com qualidade é também, o que torna todo o ser humano indesculpável, por que qualquer um que peca usou da Graça de Deus contra o Deus da Graça, logo será advertido a se arrepender.
Esclareço ainda que, existe o agir da graça como movimento de manutenção da vida, todavia existe o agir da graça como movimento da Salvação.
Quando fazemos ação social, na extensão última do termo, estamos cooperando com Deus na disposição mantenedora da vida. Ou seja, somos parceiros de Deus na manutenção da vida e no agir da graça. Eis ai, um dos motivos da importância da assistência social no plano espiritual.
Felizmente a essa disposição, vale a pena investir em educação, socorro, artes, esporte... Enfim, vale a pena estimular o ser humano a produzir melhores condições de existência, por que isto ira trazer resultados devido à disposição divina.
Deus, na disposição mantenedora, abre um leque de possibilidades para a humanidade. É por isso que seres humanos podem se ajudar e serem ajudados podem se curar e serem curados. É por isso também que em todas as culturas encontra-se marcas da existência de Deus.
Entendo que, agora a compreensão que a Graça impede o domínio da maldade fica mais fácil de aceitar.
É preciso, entretanto lembrar sempre que Deus, na disposição mantenedora, preserva, mas não salva, embora, isto também seja consequência da graça através do sacrifício de Cristo.
Deus, na disposição salvadora, além de expandir a consciência dos que envolve, abre um leque extraordinário de possibilidades. Deus, na disposição salvadora, permiti-nos ser gente como gente deve ser. Não só nos salva como nos possibilita desenvolver a nossa salvação.
A queda apesar de amenizada, por Deus, na disposição mantenedora, nos lançou na dimensão das trevas, sob a ação dos espíritos malignos: o espírito humano morreu e perdeu o acesso a Deus.
O primeiro ato de Deus, na disposição salvadora, é arrancar-nos dessa dimensão de trevas. O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor.
Nesta transposição, o nosso espírito é ressurreto e se une ao espírito de Cristo, pela habitação do Espírito Santo: nascemos de novo. Temos um comportamento totalmente diferente dos que ainda estão escravos do pecado (maldade).
Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com Ele. Conforme carta de Paulo aos Colossenses, capítulo 6 e versículo 17.
Os três movimentos da salvação da humanidade:
1 – Regenerar ao homem
2 – Transformar ao homem (mudança do eu próprio)
3- Ressurreição espiritual do homem
Os três movimentos da salvação do planeta:
1-      Criação – O planeta criado e modificado após a queda do homem

2-      Manutenção do planeta

3-      Recriação – uma cosmologia para eternidade, haja vista, que nas Sagradas Escrituras garantem a recriação do planeta no sentido estrito da palavra
Outra visão da salvação do ser humano:
·         Saída do homem do inferno
·         O inferno de saída (deixará de existir, um dia)
·         O aparecimento de Jesus Cristo como libertador dos que o aceitarem

Deus na disposição salvadora nos permite desenvolver a nossa salvação:
·         Dizer não à natureza caída (comportamento de maldade)
·         Dizer sim à natureza de Cristo (comportamento de bondade)
·         Andar nas boas obras que ele, de antemão, preparou para que andássemos nelas;

As boas obras:
1-      Amar a Deus acima de todas as coisas;
·         Sempre decidir por Deus, no pensamento, no sentimento e nas obras = oferecer o corpo por sacrifício vivo.
·         Sempre pensar com as prioridades de Deus
2-      Amar o próximo como a si mesmo
.Tratar o outro como gostaria de ser tratado (seria o fim da miséria, pois um ao outro se ajudariam mutuamente).

Como diz o filosofo: “Amar a si mesmo é saber que você é especial, porém especial igual ao seu próximo”. Ariovaldo Ramos

Deus, na disposição salvadora, nos deu condições de caminhar na direção correta e de ser tudo o que Deus quer que sejamos: Gente como Jesus de Nazaré foi.
O segredo de praticar a graça é o quanto acreditamos em Deus. Deus não conta com nossa força, pois o poder dele se aperfeiçoa em nossa fraqueza, assim como fez ao apóstolo Paulo.
Somos seres imperfeitos, mas nos basta à graça de Deus, e a sua disposição salvadora que conseguiremos vencer os revezes da vida.
Tanto a disposição salvadora de Deus, que Paulo chama de graça, como a Fé que deflagra a ação salvadora de Deus, são presentes de Deus.
Devemos crer em Jesus Cristo como único e suficiente Salvador. Crer é tomar como fonte de verdade para si e sobre si, tudo o que Deus diz, de modo que tudo nos aproxima de ser como Jesus é. Essa é a fé que agrada a Deus.
Conclusão
Um repórter perguntou a certo filosofo: - Qual o maior problema da humanidade?
O filosofo, respondeu: - o maior problema da humanidade é saber se Deus existe ou não!
O repórter insistiu: - Mas porque o maior problema da humanidade é saber se Deus existe?
O filosofo, respondeu: - Porque se Deus existe, isto quer dizer que, não se pode viver a vida de qualquer maneira, mas deve existir a maneira certa de viver.

“Em Jesus de Nazaré nós vemos Deus como É e os homens como deveriam ser”. [autor desconhecido]

“O cristianismo não fez de nós homens perfeitos, mas nos fez muito melhores do que seriamos sem ele”. Martin Luther King Jr.

Bibliografia recomendada:
Lutero, Martinho – Nascido Escravo – versão do clássico: Escravidão da vontade, 1525.
Bergstein, Eurico – Teologia Sistemática – Rio de Janeiro/RJ – ED. CPAD, 2002.
Oliveira, Marcelo de – A maravilhosa graça de Deus – São Paulo/SP, 2012.

MarceloEbed
Admin

Mensagens : 14
Data de inscrição : 03/02/2015
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

http://talmidim.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum